Friday, September 18, 2009

Some shit.

- Alguns caras malham demais, fazem tatuagens de ideogramas japoneses no tríceps, usam corrente de prata e aparecem em todas as fotos, não importando a ocasião, fazendo um hang-loose. Isso me faz repensar o sentido da vida, e se eu não devia ser um desses caras, ou o que eu estou fazendo aqui e qual o propósito disso tudo.

Meu psicólogo me encarou, ergueu uma das sobrancelhas – a esquerda – e levou uma das mãos – a direita – ao rosto. Meio boquiaberto, ele esperou que eu dissesse que estava brincando, ou que na verdade era tudo um exagero; para desespero dele, continuei.

- Então tem pessoas que realmente amam moda, e pessoas que não entendem nada de moda, e alguns idiotas com a bunda grande demais para usar qualquer coisa, só que as pessoas que amam moda geralmente são pretensiosas demais, e usam coisas que ninguém jamais usaria e te criticam se você comprou roupa barata, mesmo que você não tenha dinheiro e eles saibam disso. Isso é um saco sabe doutor?

Ele parou por um momento, seus olhos não me encararam pois ele estava buscando em todo seu cérebro, por uma resposta. Eu conseguia até imaginar aquele cachorrinho do Windows dizendo “arquivo não encontrado”.

- Maceió acabou Dr. Maceió acabou.

Ele teve que concordar comigo nessa, mas me contou sobre uns amigos dele, que passaram 4 anos achando que Maceió tinha acabado e de repente numa festa trombaram com alguém. Perfeito! Agora eu vou ficar ansioso em toda festa que eu for. Eu não sou normal meus queridos. Eu não sou normal. E chorando, continuei:

- E todo mundo gosta da Madonna, menos eu! E isso é horrível porque eu me sinto só! Eu não consigo gostar daquela velha nojenta e isso afasta as pessoas!

Ainda atônito e sem saber exatamente como reagir, ele olhou diretamente nos meus olhos e disse:

- Você já considerou se consultar com um psiquiatra?

Já Dr.
Já.

Eis aqui, a única coisa que fez sentido esta semana:

21 comments:

Paulo Braccini said...

- Você já considerou se consultar com um psiquiatra?

Já.

"então, pronto ... risos

;-)

Gato de Cheshire said...

É... Vc é bacana, inteligente, escreve muito bem, mas... Bem... n sei pessoalmente mas te lendo n precisa ser um astuto interprete pra perceber que n existe incoerencia nenhuma entre suas colocações e a ideia de que um marombado com tatto no triceps seja um ideal de vida.....

Paulo Leite said...

Bom eu não acho que não gostar da Madonna afasta as pessoas. Muita gente que considero amiga detesta ela. Tipo é mais gosto musical. E tipo assim, seu medico tira sarro com a sua cara sempre ou foi só nessa parte da sobrancelha? rs

Abraço ae o/

Arsênico said...

quiridjo... se serve de consolo... tb odeio aquela velha nojenta...

Estás melhor?... hahaha...

***

umbeijo!

***

Marcel PH said...

Engraçado como tu sintetiza alguns tipos em algumas frases. É bem chato ver que se convive com esse tipo de gente, é mais chato ainda pensar que tu também faz parte de algum grupo, numa outra classificação de uma outra pessoa.

meio ruim ver que algumas coisas são tão difíceis de mudar. ainda mais quando não depende da gente.

abraço

Cocada.g said...

Os marombados tatuados e com correntinhas são só mais um tipo de grupo... você e também eu pertencemos a grupos também, nesse mundo fudido ninguem é mais original no final das contas... sua infância, seus complexos, seus problemas, sua solidão ...sempre haverá pessoas que vivem e sentem da mesma forma que você! É impossível escapar disso!


Abraços!

vanessa lopes said...

" Se o cenário não muda, mude vc, seu cenário, vc cresceu e as coisas não cabem mais vc..."

hpaulista said...

Oi, Bruno!
Eu também não gosto da madona! E faço questão de escrever o "nome" dela com um N só! :)
Fiquei feliz de perceber que vc tem coragem de falar sobre tudo com seu psicólogo porque isso é muito importante.
Eu não sei se com vc acontece o mesmo, mas comigo parece que tenho um tufão dentro do peito. E as pessoas não conseguem imaginar como seja isso...
Enfim, lutemos!
Abç! Bom domingo!

Mauri Boffil said...

Eu tb não gosto da Madonna... aliás, gostava até essa fase Nelly Furtado.

Mauri Boffil said...

ah, e odeio marombados de correntinha... eles são medo! Penso que eles vão me matar a qualquer hora

O Pequeno Diabo said...

roubei seu texto, adaptei e coloquei no meu perfil do orkut.

ele é perfeito p mim

eu odeio a madonna!

odeio
xx

Willian Lins said...

Você já considerou não se preocupar em sem ou ver as coisas como os outros?

Luix said...

Melhor vantagem :

Poder voltar a comentar aqui. : )

Ps- Não odeio a Madonna e odeio a Britney mas você ainda me ama-amigue. Não é lindo ?

hahahaha

:)

Candy said...

Você não é o único que não gosta da Madonna. fiquei tranquilo. Eu sou um desses. Só gosto das músicas dela porque são boas pra dançar, mas tirando isso, ela é realmente um nojo de pessoa.

Mas como odiá-la mais que a Lady Gaga! Isso eu não consigo.

OSpoAspokAOPsas...

Bjos

um cara legal... said...

- Alguns caras malham demais, fazem tatuagens de ideogramas japoneses no tríceps, usam corrente de prata e aparecem em todas as fotos, não importando a ocasião, fazendo um hang-loose. Isso me faz repensar o sentido da vida, e se eu não devia ser um desses caras, ou o que eu estou fazendo aqui e qual o propósito disso tudo. :::::::::::::: temos desejos deveras parecidos

Gordo P. said...

Eita...

é negão, tem algo de errado no mundo, mas a gente não sabe exatamente o que é...

bora tomar a pilula vermelha e sair da matrix?

^^
Desculpa se não comento muito, mas sempre que da' passo por aqui, beijos.

Gordo P. said...

Eita...

é negão, tem algo de errado no mundo, mas a gente não sabe exatamente o que é...

bora tomar a pilula vermelha e sair da matrix?

^^
Desculpa se não comento muito, mas sempre que da' passo por aqui, beijos.

Emmanuel said...

"Alguns caras malham demais, fazem tatuagens de ideogramas japoneses no tríceps, usam corrente de prata e aparecem em todas as fotos, não importando a ocasião, fazendo um hang-loose. Isso me faz repensar o sentido da vida, e se eu não devia ser um desses caras, ou o que eu estou fazendo aqui e qual o propósito disso tudo"

Ah, Bruno. Só agora descobriu isso?

=~~

abraço

Emmanuel

Extase said...

ola moço bom post

Tom said...

Rapá, não se sinta só... também não sou chegado na véia...

Caco said...

Né só ucê que num gosta de Madona não, Bruno. Fique tranquilo, rsrs.

E como escreveu Clarice:

"E se me achar esquisito, respeite também. Até eu fui obrigado a me respeitar."

Clarice Lispector