Tuesday, March 17, 2009

Nada.

Acredito em amor. Não acredito em amor puro, completo ou eterno, mas acredito em amor.
Acredito em respeito mais do que eu acredito em fidelidade. Não acredito muito em fidelidade plena. Ou seja: Todo mundo vai pensar em trair alguém uma ou mais vezes na vida, em alguns casos isso vai ser constante; mas, acho que por respeito e até mesmo única e exclusivamente por isso, você deveria pensar que não deveria trair, até porque você sabe que se você trai você é apenas um [a] bosta e deveria ficar calado com o devido ressentimento enfiado no cu.
Não acredito em pessoas bonitinhas, e que fique bem claro que existe uma diferença caralhal entre ser “bonitinho” e ser bonito, porque quem é bonito é assim e pronto, nasceu abonito e vive bem com isso, mas, pessoas bonitinhas te forçam a acha-las bonitas e legais e simpáticas e tudo e isso é um saco por vários motivos; tanto porque eu não acho nada atraente quem não tem barriga, ou espinha, ou os dois, ou espinha na barriga, ou pelo nas costas e também não acho nada atraente quem não sofre por ter barriga, ou espinha, ou dor de cotovelo, ou vontade de dar, então toda essa existência plástica e sem graça em que as pessoas costumam viver hoje em dia me dá nojo. Para que fique mais claro, tem o Sr. Perfeitinho da academia, que tem corpo saradinho, rosto jovenzinho, cabelinho lisinho e bundinha redondinha, um verdadeiro nojo! Um homem que se cuida demais dá medo, eu imagino que este deve se masturbar se olhando no espelho e mais importante que isso, acho que pessoas bonitinhas jamais te abraçariam e eu acredito em abraços mais do que eu acredito em sexo, beijos ou esperar o amado no cais do porto até ele voltar, eu acredito mais em abraços.
Não acredito em riquinhos que ouvem racionais MC`s. Por mais que eles sejam de certa forma universalmente bons, fica difícil não achar hipocrisia cantar a realidade dos morros com pele branquinha de bebê, musculinhos de academia, corrente de prata e bafo de whisky chivas.
Acredito em academia as 6:00 da manhã
Acredito em peitorais e ombros.
Acredito em proteínas.
Acredito em abdominais que não funcionam.
Não acredito em barrigas que não dobram quando você senta, amo barrigas retas, mas espero que todas dobrem em algum momento, portanto caro leitor (a), se você tem uma barriga que não dobra, saia da Internet e vá comer pão com ovo e uma colher de leite condensado já!
Não acredito em barrigas de tanquinho. Odeio na verdade.
Amamos buxinhos de cerveja que provam que você sabe viver.
Acredito em pêlos desde que não sejam enrolados e feios.
Não acredito em paus enormes, já vi vários é verdade, mas, como diria o velho sábio chinês “O homem é a parte ruim do pau” [isso também se aplica a bucetas e mulheres na ordem lógica]. Ou seja, pau grande só vem com homem que não presta, como quando você comia o kinder ovo e a surpresa era o mini quebra cabeças de umas 5 peças e não aquelas miniaturas super lindinhas e que tinha que montar; Lindo e ótimo, mas com uma mega decepção no fim. Então pensem no seguinte: Se o seu namorado tem o pau torto, fino, pequeno, ou todas as anteriores, ou se a sua namorada não tem peito, ou tem a buceta fedida, ou tem cabelo no cu, saiba dosar: Se esta pessoa, te liga, grava cds de bandas que você gosta, bebe com você, conversa horas sobre alguma coisa nada a ver, pergunta como foi o seu dia e te abraça, seja criativo! Se vire! Esta pessoa provavelmente ainda tem dedos, línguas e reentrâncias que merecem ser descobertas.
Acredito em dedos línguas e reentrâncias.
Bucetas são mais legais porque nasceram para aquilo, ao contrário do cu. Por exemplo, uma travesti pode chegar muito próximo de uma mulher, as vezes pode ficar até melhor, mas isso exige um esforço muito grande, não é natural que aconteça, por exemplo, você pode ter uma bunda enorme e ainda ter que fazer a barba. Faça sempre e fique linda. Mas ainda acho que bucetas são mais legais que cu e andei me aventurando... Quem sabe?
Acredito em não ter certeza.
Acredito em esfoliantes e banhos gelados.
Acredito em São Longuinho [mesmo!]
Acredito em posts longos sobre o nada.

I believe in rock`n`roll more than I believe in myself.
I believe in love after love.

21 comments:

Cais da Língua said...

rpz...simplesmente PERFEITOOO...
e tipo... sou a favor de muita malhação mas tb n despenso um bom brigadeiro hahaha
n repare minha ausencia
to sem net e meio q sem saco pa escrever
=/

Beto said...

aaah!
te amoooooo!!!
vc me bate na cara sempre!!! e o pior que eu gostoooo!!!


hehehe!!!

.

du said...

.e eu acredito muito em você!

.mais vida real para todos. sentimentos genuínos. certos e errados. loucuras de um certinho....

.abraço.

Mauri Stern Boffil said...

Adorei...
O amor está escondido entre o mundano e o sagrado.
big abrazos

almeida filho said...

Confissões:

Eu me masturbo olhando no espelho. Prazer também surge de um apreciamento estético e eu acho um pênis, seja o meu ou de outra cara, muito bonito. E realmente existem pênis lindos.

Zephyr said...

I believe in Harvey Dent !
e também acredito em posts muito bons sobre o nada..e o tudo,
:D

Carlos H. said...

Eu tb acredito em São Longuinho.

Primeira vez visitando seu blog

Gostei.
rsrs

Sucesso.....

Extase said...

Tenho uma leve tendencia a acreditar e confiar nas pessoas, e pago o pato por isso.

Gay Alpha said...

Matou a pau - como de costume. Hehehe!!! E sobre seu comment lá no blog: tens toda a razão..."morrer personagem" é complicado pra caral*o mesmo!!!

furanzao said...

Eu tb acredito em São Longuinho...hahahahaahahahahahahahahahaah

Muito bom.....

Abração

vanessa lopes said...

Vc arrasou...
amo demais...demais mesmo!
beijo meu lindao!!!!
e o livro, se quiser eu tenho digitalizado!!!

Mauri Stern Boffil said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Alan said...

Isso não é um post sobre nada. É sobre tudo... Acho que essa coisa de exigir um deus grego é rídicula. Apesar de tudo, confio bastante na beleza interior. Se bem que, não seria tão fácil aceitar um Shrek da vida. Oh. Droga.

Como sempre, você arrasa nos textos.

Um grande abraço!

Sunflower said...

and time after the time, baby.


kissas

Cais da Língua said...

atualizado
;)

Willian Lins said...

Acredite que eu li tudinho.
E mais, acredite que eu gostei do teu espaço, tu escreve como quem fala pra alguém. Volto aqui mais vezes.

Abraço

Tanta Coisa! said...

A gente tem que ter algumas coisas em que acreditar nesta vida, não é? Eu tb acredito em gente de verdade, com barriga, pelos e reentrancias. Bj

Zek said...

Não é por acaso que aumentou o numero de ascessos heimmm teus textos estão cada vez melhor, mais verdadeiros... ácidos e muito autênticos !!

Parabéns mlk

FRENTE said...

São Longuinho existee!
de verdade!!!
:P

raph. said...

Gostei do blog. É intenso!
Só acho que se os textos ficassem "justificados" ao invés de "alinhados à esquerda", seriam mais agradáveis ao olhos e menos cansativos de ler.

O Pequeno Diabo said...

ah

tb naum acredito no sr perfeitinho e odeio o sr so-feliz-com-minha-pança...

adoro ser o gordinho q luta contra a balnça e nunk fik lindo e queira q td mundo fosse assim

queria q ngm fosse perfeito

e adorei a parte da buceta, elas sao mais legais pq saum feitas para isso

uahuahuahuahuaua

xx