Tuesday, March 10, 2009

Dear Italian boy

Dear Mr. Italian Boy.

Primeiro dia:
Venha de camisetinha branca e me traga o pão. Eu já estarei na cozinha fazendo o café enquanto você não chega. Venha com um cigarro pela metade e com um chinelo de dedo. Eu vou tirar o cigarro dar um trago e te beijar na boca. Vamos esquecer o café da manhã por uns tempos?
A Italian boy. Não me venha falar inglês com sotaque de pernambucano. Não me deixe louco. Oh boy, oh boy. Eu olho nos teus olhos e você desvia o olhar. Olhe nos meus olhos seu merdinha! Ou você não lembra que me trouxe o pão o cigarro e um beijo? Claro que não lembra... Então como se diz “Querer”?
“To want”
Sim meu amor... To want... To want you so bad.

Segundo dia:
O seu cheiro já enche a sala. Você não viu, mas eu beijei o lugar em que você escreveu seu nome. Eu beijei! Enquanto conversávamos eu percebi que um dos botões da sua camisa estão abertos e me deixa ver o teu peito. A tua pele branquinha e aqueles poucos pelinhos que por ali moram. Eu quis ser um deles. Eu quis ser um dos pelinhos do teu pelo branco [isso, sorri pra mim!] Eu queria morar ali, pertinho do teu coração. Eu queria morar ali, dormir com você, sentir o seu cheiro sempre. Ah Italian boy... Pode me perguntar qualquer coisa, isso se fala assim mesmo... Me beije.
Não. No livro não mandava eu perguntar a tua idade.

Terceiro dia:

É como se Deus resolvesse ter me dito do que ele era capaz. Captei a mensagem. A tua beleza é tanta que me comoveu. Passo o dia todo esperando a hora de você voltar. Será que eu vou poder ver o teu peito de novo? Sabia que ontem eu sonhei que dormia sentindo o teu cheiro? Claro que não sabia. Claro....
Apertamos as mãos quando chegou. As mais macias do mundo. Me olhou sem graça. Ah se eu pudesse... Ah se eu pudesse te beijar um beijinho de boas vindas... Eu queria andar de mãos dadas com você!
Enfim, vamos ao que interessa. A lição hoje fala sobre o amor! Haha! Que ironia.
Bem Mr. Italian boy se quer saber a verdade, é melhor assim. Não venha com a camisetinha, não me traga a porra do pão e fique com o teu cigarro. Algumas coisas são melhores na imaginação e é lá que eu vou te manter...
Ah Mr. Italian boy... Seja meu. Seja meu pra sempre! Nem que seja em pensamento!

18 comments:

JOÃO said...

hum
pessoas apaixonadas...

abs

ARCANO said...

Esta escrevendo cada vez melhor!

JOÃO said...

nao sei se vc gosta destas coisas de blogayro, mas tem selos pra vc
abs

Heber said...

também acho que esse texto só pode ser fruto de um coração apaixonaado.

Zephyr said...

quem nunca teve um namorado imaginário?
;P

BBB GLS VIRTUAL said...

que lindo

Mauri Stern Boffil said...

aaaah, o amor (suspiros)

Beautiful Stranger said...

muito 'motivante' este 'post', meus queridos avos italianos adorariam ler algo assim; 'querido italianinho'; foi muito feliz neste texto; leve e ao mesmo tempo intrigante e envolvente...

:D
http://strangerbeautiful.blogspot.com/

um cara legal... said...

parece algo escrito numa pós-phoda matutina... good...

Gay Alpha said...

Olha só... vc tem tudo para ser meu novo herói no mundo bloggeiro... Parabéns pela escrita... A parte do cigarrinho compartilhado é mega-power!!! Abraços!!!!

Extase said...

que lindo texto

alvarêz drewïzqe said...

e uma italian girl, chegando só de calcinha...

Larissa Santiago said...

que perfeito!!!
adorei aqui!!

du said...

.ah e que seria do mundo sem esses desejos, sonhos, amores, possibilidades?

.abraço.

vanessa lopes said...

uau!!!
arrasou mesmo!!!

Jarbas said...

me emociono com o amor alheio.

Thiago said...

e só de pensar nessas coisas o meu coração desorganiza. o amor é realmente lindo.

Gustavo said...

eu nunca sei o que comentar nesses casos, mas enfim, o texto é ótimo, a história é linda, cada detalhe é muito bem descrevido, mas, mas mas mas, o amor não presta, há! só as vezes, por isso eu nunca sei, o que comentar e por aí vai...