Sunday, April 11, 2010

Em minha defesa.

“A minha pele tá uma merda” foi a primeira coisa que pensei quando vi o recado. O recado: “Queria conversar”. Nunca uma pessoa que diz que quer conversar quer conversar.

Meu coração não deu um pulo ao ler a linha.
Fiquei preocupado mesmo, foi com o fato de que nunca fui muito bom com “nãos”. Principalmente quando se tratava de amor, ou sexo, ou uma possibilidade dos dois; deixando claro que amor tem que ter sexo e sexo, não necessariamente precisa ter amor.

Para quem não sabe, meu coração foi usado por meu último amor [meu último amor, se deu mais ou menos na época do renascimento, por ai] usou meu coração como um calço para o pé da mesa. Quando ele me devolveu eu pensei em cobrar um novo, mas nunca soube fazer isso. Uma vez pensei em denunciar minha faculdade no PROCON, fiquei com preguiça e deixei por isso mesmo.

Recentemente uma pessoa do meu passado quis fingir que queria conversar e me deixou este recado idiota que me deixou pensando.

A primeira coisa que pensei em dizer foi “não poderei ir, pois, minha pele está uma merda”, por pura preguiça, eu realmente não gostaria de ir; logo percebi que esta, não era uma boa desculpa.

Pensei em dizer que tinha engordado muito, mas na verdade eu perdi 10Kg com a dieta do cigarro. Também parei de fumar. Pensei em ir só porque agora eu estou magro e cheiroso, sabe? Dizer: “viu? Viu? Eu agora sou magro! Me ame! Eu perdi 10 Kg ME AME”, mas eu descobri recentemente que as pessoas não vão te amar só porque você é magro. Aprendi isso na base da porrada!

Elas vão te amar se você tiver dinheiro.
Ok, não é verdade, mas a revolta é reconfortante.

“Dimi”?
“hm”?
“Dimi, eu queria conversar, vamos sair para tomar um café qualquer dia desses”?
“Olha, melhor não”.
“Por que”?

Nunca pergunte as razões para as pessoas não quererem te ver. Elas podem te dizer a verdade e vai doer.

Então, como explicar para alguém que você é uma pessoa ruim? Como dizer isso sem que a pessoa perceba que você é de fato uma pessoa muito ruim?

Eu cheguei a esta conclusão graças ao meu melhor amigo. O meu melhor amigo é um pó compacto da MAC, que me disse a seguinte frase “Eu sou uma pessoa ruim, mas isso não significa que eu não possa ser feliz”. Desde então assumi minha condição.

Não tenho coração, mas sou magro, pensei.

Então disse toda a verdade:
“Olha, melhor não. Eu sou uma pessoa ruim, não ruim como todas imaginam, eu não mato criancinhas nem nada, o problema é que eu simplesmente não ligo. Eu não ligo mais se vão me amar ou não, eu não dou a minima se me querem ou não. Eu simplesmente quero as minhas coisas junto de mim e os meus amigos junto de mim e eu não faço mais força pra ter mais nada. Sejamos francos, você não quer conversar, se fosse para conversar poderiamos fazer isso aqui, mas não podemos, podemos?
Então esqueça.
O que passou a gente deixa pra lá e finge que foi só mais uma tarde de verão.
Entendeu?
Eu não sou uma pessoa má, não é isso que quero dizer. O que quero dizer é que eu não sou a melhor pessoa para você, ou ninguém direcionar os seus esforços”.

E foi o fim da ligação.

Olhei para as minhas pernas e tive a leve impressão de que elas estavam mais grossas. Não sei, ando pedalando ultimamente.
Fiquei mais feliz por isso, do que por terem deixado um recado pra mim dizendo “quero conversar”.

4 comments:

hpaulista said...

"Elas vão te amar se você tiver dinheiro. Ok, não é verdade, mas a revolta é reconfortante."
Agora eu fiquei em dúvida... mas adorei o post à moda antiga!
abç

Râzi said...

Querido, vc não é mau. O que vc descreveu ai é ser sensível e estar machucado, apenas isso!
Agora... 10 Kilos... não vai ensinar??? ahuahauahauahauh!

Olha, realmente não vale a pena apostar em algo que não tem futuro! Mas não vai deixar a vida passar! ^^

Beijão!

Cais da Língua said...

pelomenos alguem lembrou de vc amigo
bjo

bruna said...

Às vezes eu queria não ligar assim =D