Monday, December 10, 2007

Escatológico [conto]

Toda vez que eu ia ao banheiro aqui de casa, pra fazer uma das coisas que se faz em banheiros, a filhinha do meu vizinho abria o berreiro! Não tem coisa mais desconcertante do que choro de criança, pelo menos na minha opinião, então, como conseqüência, eu não consegui cagar.
A minha casa é bem colada com a do vizinho, por isso, dá pra ouvir um monte de coisas. Já ouvi os vizinhos trepando, brigando, fazendo um bolo, e agora, toda vez que eu vou ao banheiro a criança chora e atrapalha todo o processo.
Já estava cansado. Não consegui cagar durante uma semana. Mijar é mais fácil, homem mija na rua, eu não estou acostumado, mas tem uns terrenos baldios perto daqui de casa, e tem também o shopping e umas lojinhas... Então eu sempre mijo na faculdade, ou em algum desses lugares, mas não consigo mais mijar em casa por causa da menina.
Um dia, eu resolvi cagar as três horas da manhã. Não é possível que ela fosse acordar chorando as três horas da manhã. Fui no banheiro, morrendo de dor de barriga, abaixei as calças, dei aquela mijada que precede as cagadas colossais e ela começou! Chorou mais alto do que todas as outras vezes; meu cu se contraiu e eu não consegui!
Eu odeio cagar em banheiros públicos, mas a solução foi cagar no banheiro do shopping – galeria que tem aqui perto de casa. Foi triste e deprimente, mas eu consegui! Finalmente!
Então eu tinha que me segurar e ir andando até o shopping toda vez que eu quisesse cagar. O banheiro daqui de casa não me servia mais pra nada. Mas era triste. Depois de um mês as pessoas do shopping começaram a perceber que eu estava sempre indo ao banheiro do shopping e depois ia embora, começaram a cochichar e rir quando eu passava. Não agüentei a situação e mudei de tática, ou melhor, de lugar. Comecei a ir na loja de conveniência. Mas os boatos do cagão do shopping se espalharam e um dia, quando eu estava indo fazer o meu serviço o segurança da lojinha me proibiu de usar o banheiro! Fiquei revoltado! Como é que proíbem um cidadão de cagar? Filho da puta! Não chamei ele de filho da puta porque ele era enorme, mas lembro de ter pensado claramente “filhodaputa”.
Até o dia em que eu sai com os amigos e tomei umas cervejinhas. Cheguei em casa e me bateu aquela larica, comi qualquer coisa e fui dormir. Mais ou menos as cinco da manhã com o céu ainda escurinho, apenas começando a clarear, aquela qualquer coisa que eu comi me fez mal. Me deu uma dor de barriga daquelas que não dá pra agüentar e eu corri para o banheiro, quase não deu tempo de abaixar as calças e comecei. A menina começou a chorar e eu gritei “vá se foder”! Eu não gritei porque eram cinco da manhã, mas lembro que pensei claramente “vásefoder”. Ela não parou de chorar, eu estava suando, achando que ia morrer, zonzo, e ela tava chorando, muito alto! Terminei o meu serviço e tentei dormir, mas agora a menina estava chorando no meu quarto também!
Puto da vida e com uma ressaca das brabas, fui no vizinho, bati na porta super ignorante e ele veio me atender, puto da vida também e tenho certeza que ele pensou “filho da puta” porque realmente ele tinha motivos.
Expliquei minha situação, contei meu caso, e pra minha surpresa ele me disse que não tem filha pequena nenhuma e que nessa rua a menina mais nova tem doze anos!
Voltei pra casa e me caguei de medo!

16 comments:

Megafashionist said...

Quando li esse post, pensei claramente, eita postinho de merda hein... hahhaha
Zuera... pq será que cagar é um assunto tão engraçado? rsssssss

Goiano said...

hahahhaha

fantasma que atrapalha a cagar nao tem logica hahhahahah
meu Deus
isso é demais
hahahah
exorcista ja!
vende os direitos do conto pra holliúdi baby... vc fica rico..

Alberto Pereira Jr. said...

KKKKé verídico?
gentee... aisuhiaus

e vc ja pensou q a entidade começava a chorar por causa do fedor de sua merda?... kkkk..

ai..ai muito bom texto!

BAM said...

Gente...
to em choque com a história...
aqui em casa vi uma mulher passando pra o quarto de meu amigo, até pensei que fosse minha amiga que mora com a gente...e ainda brinquei...mandando ela ir dormir...fiquei conversando sozinho e quando reparei que ela nao tava respondendo fui no quarto do meu amigo (onde ela estava) e vi que ela tava no 10º sono...corri pro quarto e quase me "caguei" de medo tbm..
iuahiuahaiuhaiuha
Valeu pela visita e pelo elogio...e a questão do dentista não é nada demais, nem ficar ficamos..hehehe
Beijão

Canse de Tentar Ser Sexy said...

Oi Bruno,

Obrigado pela sua visita! Volte sempre! Vai ser um prazer conversar com vc, legal que vc gosta de Salvador, pretendo escrever no meu blog sobre a vida gay daqui e outras coisas tb.

Dei uma corrigida geral no meu texto, principiante comete erros terríveis.

Um abração,

Léo

Canse de Tentar Ser Sexy said...

Esqueci de colocar meu msn pra gente conversar : canseidetentarsersexy@hotmail.com

Jarbas said...

seria uma manistação da loira do banheiro?

Espartacus said...

Mas é claro! Não tem alma que agüente a catinga de merda durante toda a eternidade, morando em um banheiro.

Hehehehe.

Abraços.

Mike said...

CA-RA-LHO!

Me borrei aqui!

Huahuahuaha muito bom o texto, quando chegou ao fim eu dei uma estremecida na cadeira e pensei: meu, agora, com essa novidade, ele vai se borrar e nem vai precisar de banheiro!

Trintinha said...

Gatooooo! Escatológico, bizarro, mas... Acima de tudo...
HILÁRIO teu post! Adorei!
Beijos!

Jackson Jr. said...

bruno, ainda caso contigo.

Uillow said...

MENTIRA GENTE! Fantasma que não deixa o cara cagar? Será que ele te odeia tanto assim? AHUAHUHUH!

Meu... agora que eu vi o post das Síce! ADOREI! Já encomendei meu CD+DVD e tudo masi... tu já? :D

Beijo guri!

Calvin said...

Se eu falar que fiquei com nojo do texto vão me chamar de "bixa fresca", se eu falar que foi de mal gosto vão me chamar de "bixa metida", se eu falar que foi engraçado apesar de tudo vão me chamar de "bixa puxa-saco", se eu falar que foi um texto sem graça vao dizer que eu sou uma "bixa insensível" e se eu falar que o texto me marcou vão falar que eu sou uma "bixa impressionavel".
Então o que sobre preu comentar?
Sempre vão falar que eu sou filha da puta neh....kkkkk

Bem brincadeiras à parte, seu texto é mesmo fedorentamente bem feito!!
E sem seda sendo rasgada no cu agora ein....(gente foi o calvin que escreveu isso? SAI CAPETA DA BOCA SUJA...SAI DESSE CORPO)
acho que seu blog ta carregado ein fia, estou recebendo vibraçoes hehehe.
beijos
.
CALVIN

Mariana said...

hahahahaha! bruno, você é genial!
sério, amei. hahahahah. morrendo de rir aqui.

corre desse banheiro! quase uma murta-que-geme! hausahuahs.

:* beijo, seu maluco.

Cansei de Tentar Ser Sexy said...

atualiza o blog!!! vc sumiu menino!

Espartacus said...

Atualiza, Bruno.