Wednesday, August 13, 2008

[das antiga] correrdorfobia

O sinal toca.
As mãos começam a suar, a visão fica um pouco turva, a respiração um tanto ofegante. Tremendo, o garotoesquisitodecabelão se levanta, sai da sala de aula e vai até o pátio de escola querendo morrer.
A cabeça baixa, o cabelo cobrindo o rosto, ele finge que não vê.
Ele finge que não vê que tem uns 13 dedos indicadores apontando em sua direção, enquanto palavras ofensivas em arial black tamanho 72 negrito voam em direção a sua cabeça, entram em sua alma e viram uma mancha preta no seu coraçãozinho de adolescente revoltado.
Os dedos não param! Alguns abaixam, outros levantam.
Os risinhos começam. Vários sorrisinhos parecidos com o do gato de Alice voam no ar e batem no seu rosto.
Um nó na garganta e nenhuma lágrima. Anda mancando, envergonhado e de cabeça baixa até o bebedouro. Levanta outros dedos no caminho, outras palavras em arial black negrito, outros sorrisos de gato de Alice.
Até que garotoesquisitodecabelão começou a desenvolver uma casca grossa, chamada ódio em volta de si. E esse ódio foi se juntando com as letras em arial black negrito e foram consumindo o rapaz.
Cada vez mais dedos, palavras e risinhos.
Cada vez mais ódio.
Um dia na escola uma bomba caiu e matou todo mundo. Ele ficou vendo as pessoas se despedaçando, os dedos indicadores voando longe, as palavras em arial black negrito agora eram pedidos de socorro que ele não atendia. Fogo e sangue e nenhum sorrisodegatodealice por perto. Só o dele.
A mancha preta no coração ficando maior e maior.
Até que ele percebeu que foi tudo um sonho e percebeu que seria só mais um deles, só que do outro lado. Apontando, rindo, jogando palavras pra machucar.
Ele cortou o cabelo.
Ele mudou de escola
A mancha foi sumindo, sumindo...
Mas até hoje ele tem medo de pátios e corredores, de risadinhas, de dedos indicadores e de palavras em arial black negrito tamanho 72.

28 comments:

Mulherzinha Sim! said...

Caraca, que engraçado seu comentário! Mas extremamente cabível!!! Adorei!
Passa mais vezes, tá!

Beijos

Mariana Valente said...

Oi Bruno!!!

vc viu os vários critérios "contra" né??? hehehehe... alguns muito divertidos, outros nem tanto...

Volte sempre ;)
Ah, e que time vc torce? Fiquei curiosa heheheh

beijoks

A. Lichtenstein said...

nossa, que texto forte.
lembra essas histórias que a gente vê em séries, de garotos que apanhavam e um dia do nada apareciam com uma arma na escola.
e ah, eu também já fui a esquisita da minha sala, mas ninguém apontava, comentava ou ria porque todo mundo tinha medo. (bons tempos aqueles)

Gustavo said...

noossa
pena que aqui não dá pra por letra arial black em negrito tamanho 72
wewuiewuiuieiuweiuwheiuwhuiew
porque realemnte adorei esse texto *--* aahh mas o ódio é um dos melhores sentimentos que tem eu acho, o que seria das pessoas sem o tal do ódio? :D

Pri, prazer said...

Não vou nem lhe perguntar a oq vc está se referindo! rs... Belo texto, muito ódio!

Beijo

Râzi said...

Caramba...

Bom, espero que seja passado mesmo, ou ficção!

Meu querido, não tenho seu e-mail...

razi_zod@yahoo.com.br

Beijão!

Dantas said...

nossa...deve ser horrivel viver assim =/

Maria Fernanda said...

Por um momento pensei que não fosse sonho. Ui.
Sei como é sentir medo de corredores e pátios de escola. A garotamagricelaorelhudinha também sofria com dedos apontados, palavras em arial black 72 em negrito e sorriso do gato de Alice.

Mas o mundo dá voltas...


-
PS: adorei aqui! Te linkei, ok?
beijo meu *:

Olirum said...

Não sou assim, mas as vezes acho que tenho medo de pessoas
akskopsakoakops
ai ai

boa quarta!!

Tatah Marley's Confissões said...

kkkkkkkkkkkkkkkk
lembram esses lances de gente perturbada que revolta e sai matando os outros!
muuuuito bom mesmo!
tá de parabéns!
beeeijo

Ainda mais por dentro...(rick) said...

Ufa!
Ainda bem que foi um sonho!

TxIaGo tHiAgo said...

Passei pela mesma coisa!!! Exatamente!!!! Sobrevivi, mas se pudesse voltar atrás talvez tivesse jogado a bomba! hahahah

Ígor Andrade said...

Tenta cara, pelo menos.

Paz...

Daniel said...

Oi Baby,
Beijos de Londres,
Daniel,
www.sembolso.blogspot.com

Goiano said...

marido o emo de arial black se tornou um assassino?
genteeeeeeeeee
me conta
esse emo nao pode ser vc

Uillow said...

Eu fui o "garotonerdmagrodeóculosquetodomundopegavapraCristo".

Banheiro Feminino said...

Sinistro.
Hahahahahahahha..

Gostei muito.
Volto outras vezes. ;D


http://banheirofeminino.spaceblog.com.br

Tanta Coisa! said...

Cara te achei por meio de outro blog. Só pra te dizer que achei foda! Bom demais o que você escreve. Tá nos meus favoritos. Abração.

Zek said...

Eu ja fui esse cara heimmm, por muito tempo, não que eu seja totalmetne diferente hoje, mas a unica diferença é que ao invés de criar essa capa preta de ódio, eu achei outros excluídos e formamos uma comunidade rsrsrsrsr , onde os perfeitos não entram !!!!

Abração.

PS: essa foto a la " Eisnten" ta bem legal !!!!

Jarbas said...

eu era o garotoesquesito, só não tinha o cabelão, por que mamãe não deixava, mas depois, eu me juntei aos dedos, não suportei muito tempo ... me tornei um poder paralelo e os dedos sumiram e viram fechação no pátio!

Jackson Jr. said...

uau, quantos comments!
seu pop.

Rafaew said...

fortee

Sunflower said...

viver é preciso.

Marco said...

Engraçado ler este post pouco depois de ler este texto: http://acapa.com.br/site/noticia.asp?codigo=5403&Bullying%3A+jovens+gays+contam+sobre+humilha%E7%F5es+que+sofreram+nas+escolas+ .

Olha lah.
Abs.

Tiago said...

E que sua vida seja assim de sempre mais e mais alegrias
Pq é delas que dependemos de fato para que nosso (L) não seja marcado por marcas tristes de ódio e que não permitem que possamos de fato seguir o nosso caminho que é destino de amor e ternura..

Postado!
Bjo

Samara said...

Bah, fera o texto. Esse negócio de colégio é triste tchê, vou te contar, hein?
Dei graças a Deus quando acabei o ensino fundamental, e a saudade que eu senti dele no ensino médio, só eu sei.

Não sei... Às vezes é exatamente pelas pessoas não se ajudarem que essas coisas acontecem.
E, no caso dele, às vezes é preciso um sonho pra se encarar a realidade. (meu DEUS, que clichê) haha, beijo!

Olirum said...

tem presente pra vc no meu blog, no post "sem graça"

David Bertoldo said...

Caaaaacaaaa, demais, simplesmente demais cara.
Adorei esse post, super engraçado, posso postar no meu blog,mas claro colocando os creditos!?