Thursday, May 15, 2008

Deixa II

Eu achei uma pessoa que me permite saber quem eu sou.
Eu achei um cara que me come. Me come com força, com tesão, com raiva, sem paixão nenhuma. Ele me maltrata, me machuca, me bate, me cospe. Ele me trata como uma putinha imunda, nojenta, desesperada por algum amor, por alguma atenção, por alguma migalha que seja.
Ele me trata como eu me sinto por dentro.
Por dentro eu sou essa puta nojenta e ele trouxe isso de mim! E como eu me sinto bem! E como eu me identifico! Catarse total? Talvez! Ele me dá prazer em mim! Prazer por mim! Eu sinto tesão em mim! No eu! No meu eu nojentinho, grotesco... No meu eu que não é nada demais e que talvez não seja!
Como é bom não gostar de mim! Como é bom não precisar conhecer meio mundo! Como é bom não precisar falar nada! Como é bom ser simplesmente um pedaço de carne nojento, pendurado....
Como é bom simplesmente ser eu mesmo!
Como é bom!
Foder com o corpo dói bem menos do que foder com a alma.
Ele fode o meu corpo até sangrar. Mas a minha alma está intacta! Eu finalmente achei uma pessoa mais nojenta do que eu! Haha! Eu finalmente achei alguém que eu mereço! Alguém que me fode até sangrar e que não me quer. Não além disso.
Então me jogue na parede e me faça gritar! Esta é a minha vida de agora em diante!
Senhoras e senhores, eu cansei!
Senhoras e senhores, eu sou uma pessoa doente!
Senhoras e senhores, por favor, me permitam!
Me permitam finalmente ter a minha idade real. Me permitam ter as idades que eu não tive. Me permitam me descobrir e me gostar, mesmo que seja desse jeito! Me deixem cometer os milhares de erros que eu nunca cometi!
Eu sou só um moleque de vinte anos que já sofreu por amor muito mais do que a maioria dos marmanjos de 40 anos sofreu. Eu sofri o dobro da minha vida. Eu sofri a minha vida toda. Entendam... Não é fácil gostar de mim depois de tanto! Mas eu vou tentando... Pelos caminhos errados, mas vou!
Então deixa eu curtir!
Deixa eu errar!
Deixa eu descobrir quem sou eu!
Por que eu não quero ser o que eu sou. E tenho certeza que não sou isso!
Por enquanto eu sou a putinha dele. E ele me joga e me bate e me fode e eu me sinto muito bem, obrigado!

9 comments:

Jarbas said...

estou com água na boca!
meu deus, nunca vi um texto não cru igual esse; tem cheiro de sexo, suor e sangue.

amei! amei! amei!

totalmente visceral;
beijos.

Jarbas said...

algo mais dizer: eu vi nietzsche em você, vi você em nietzsche, vi nietzsche nesse texto.

ainda devo acrescenter que esse texto me deixou ... ufa, sem palavras!

Fala, Garoto! said...

Forte, forte; mas, transparente e real!

Râzi said...

Bru... eu torço pra que seja apenas uma ficção...

Mas não vou falar que vc merece mais... isso, vc tem que descobrir.


Se precisar, estou aqui!

Beijo!

Rafaew said...

O.o

Alberto Pereira Jr. said...

eu tb já sofri muito por amor.. acho q todos nós já.. e tb já passei por essa fase (to nela de novo) de transar, transar e transar... mas as vezes mesmo só fodendo o corpo.. a alma tb sente...

Rafaew said...

nem att mais :/

Alm_ said...
This comment has been removed by the author.
Alm_ said...

se está gostando, é melhor continuar até onde for possível