Saturday, May 24, 2008

Continuemos...

Eu tento te esquecer.
Eu juro que tento.
Dessa vez eu achei que estava indo bem. Sexo sem sentido, beijos dormentes, corpos sem graça. Nada... Nada me ocorre e eu não esqueço você.
Eu não esqueço esse teu maldito cheiro de bolinhas lilases. Eu vejo o seu cheiro na minha cara como se fosse a coisa mais real do mundo. Eu vejo você na minha cara e sei que é a coisa mais irreal do mundo.
É como se o seu cheiro fosse um perfume em promoção que todo mundo resolveu comprar. Maldita mania de ver cheiros!
Você está online e não vem falar comigo. Você deve estar ai na sua cidade, cheirando a bolinhas irregulares e da cor lilás e eu estou aqui na minha cidade, cheirando a saudade e solidão, entrando e saindo do MSN pra ver se você vem falar comigo e pedir desculpas e dizer que me quer de novo... Você e seu maldito cheiro.
Eu sou uma porca gorda! Eu não me esqueço de pessoas que nunca lembraram de mim, mas esqueço de grandes amigos, de deveres, de contas a pagar de tudo! Eu esqueço que to vivo muitas vezes, mas não esqueço esse teu cheiro tão visível.
Está em todo canto. Aonde eu olho eu sinto cheiro de bolinhas irregulares de cor lilás e não sei o que fazer. No ônibus, na academia, na minha cama, na frente do computador... Em todo canto.
Ontem eu imaginei você e o seu cheiro comigo, na sua cidade, brincando felizes da vida comendo jabuticaba do pé. Ontem eu sonhei com você. Ontem o meu travesseiro tinha o seu cheiro. EU cheiro café, eu cheiro meias velhas, eu cheiro os cheiros do banheiro, eu cheiro meus cabelos, eu cheiro tudo, mas o seu cheiro não me sai da memória. A única maldita coisa que não me sai da memória.
Eu cheiro outros corpos, outras partes, outros mundos. Eu cheiro tudo, mas você não sai. Eu beijo outros corpos. Eles são corpos pra mim. Sem alma, sem sentimento... Eu sei de tudo. Eu não sei como te esquecer, mas sei que vou.
Um dia eu vou encontrar um cheiro que vai ser mais bonito que o seu. O teu vai sumir o novo vai ficar. O novo vai sumir e eu não vou conseguir esquecer. E eu vou fazer isso tudo de novo.
Você e seu maldito cheiro de bolinhas lilás.
Você e sua maldita beleza.
Você e toda a ilusão que eu criei. No fundo eu sei, que você só tinha mesmo esse cheiro de bolinha lilás e o resto era tudo mentira. O resto fui eu que criei.
Eu vou continuar farejando.
Eu vou continuar procurando.
Mesmo enquanto continuo sangrando e vendo bolinhas...
Eu sei que consigo, eu sei.
Então me perdoe por fazer de você algo tão inesquecível. Sei que não era a sua intenção. Favor, recolher seu cheiro e seus cabelos. Eu não os quero mais.
Obrigado.

[este blog fica].

8 comments:

Goiano said...

kkkkkkkkk
eu te adoro
eu te falei q era possivel mudar o rumo do blog
bjos
to adorando

Tiago said...

Querido
E incrível como alguns cheiros parecem que insistem em ficar na nossa pele por mais que tentemos mostrar que algumas cosia não são daquela forma
Ptuz grilo viu..

Bjo
:)

Rafaew said...

:/~
ainda bem que esse fica!
fique bem ;D

Jeremy said...

Nossa que blog legal!
Descobri o teu por um blog de um amigo e adorei.
Com certeza você já está no meus favoritos.

Jackson Jr. said...

tenho uma música pra isso: "menino lindo", da rita lee. baixa agora!

beijos.

EscOrPiAnO said...

Ow adorei o blog´s
continue assim!!! tah num rumo certo
hauhauhau


teh mais

Homossexual e Pai said...

linda estoria de amor! parabéns!

Alberto Pereira Jr. said...

é difícil desapegar..
qse um ano após terminar um namoro.. e ter tido vários corpos descobri que ainda estou ligado no vagabundo que me largou...